E o seu direito de ir e vir, pra onde vai?

Há quase 3 anos, a Uber chegou ao Brasil oferecendo uma alternativa de transporte nos centros e nas periferias das cidades, além de uma oportunidade econômica para dezenas de milhares de pessoas. O brasileiro abraçou essa nova tecnologia, que agora é parte de sua rotina.

Mas isso pode estar chegando ao fim.

Nesta semana, o plenário da Câmara vai votar o PL 5587/16, que não tramitou em nenhuma das comissões da Casa. O texto inicial do projeto era claro: buscava proibir a Uber e os outros aplicativos de intermediação de transporte e mobilidade em todo país. O texto que deve ser submetido ao plenário pretende, sob a promessa de “regulamentar os aplicativos”, transformar os seus serviços e os serviços prestados pelos motoristas parceiros em sistemas convencionais de táxi.


Compartilhe nas redes sociais a sua posição contrária ao PL 5587/2016 usando a hashtag #DireitoDeEscolha
clique aqui *


Desde sempre, a Uber defendeu e apoiou regulamentações em todo país e no mundo – o DF, São Paulo e Vitória são bons exemplos disso. Mas este projeto é um retrocesso à liberdade de escolha dos cidadãos. Mais grave ainda: o projeto ignora as centenas de decisões judiciais em todo país que determinaram a inconstitucionalidade da proibição e da imposição de limitações arbitrárias ao transporte individual privado no Brasil.

Com as limitações propostas pelo PL 5587/2016, mais de 13 milhões de usuários terão o seu direito básico de escolha limitado.

Além disso, será limitado o direito de escolha das dezenas de milhares de motoristas parceiros que, hoje, enfrentam o maior índice de desemprego da nossa história e que têm, na plataforma da Uber, uma fonte de renda para sustentar suas famílias.

Isso também é especialmente cruel para com cerca de metade desses motoristas parceiros, que usam a plataforma apenas para ganhar um dinheiro extra para viver melhor, dirigindo menos de 10 horas por semana.

Este é o momento de decisão. É justamente em tempos assim que devemos ter coragem e mudar para melhor.

Uma pesquisa realizada em fevereiro pelo Datafolha revelou que 90% dos entrevistados que opinaram acham que alternativas como a Uber devem ser permitidas no Brasil. O PL 5587/2016 é uma proibição enrustida.

Dê apoio à tecnologia para que ela continue ajudando as pessoas a ganhar dinheiro e também a se movimentar pelas cidades.


* Ao usar a #DireitodeEscolha você autoriza o uso das informações públicas de seu perfil e de seu post em iniciativas de mobilização a favor do transporte individual privado.
Featured articles

Uber for Business now makes it easy to give your customers a ride

We’re excited to expand the Uber for Business platform beyond business travel, to include a world-class customer transportation solution, Uber Central. With Uber Central, organizations of all shapes and sizes can now easily provide on-demand, door-to-door transportation for their customers, clients, and guests.

UberEATS: Using technology to build a reliable food delivery experience

A little over a year ago, we set out to put a new spin on an old classic–make reliable food delivery available at the tap of a button. Back then, we started by offering food in the UberEATS app from 1,000 pioneering restaurant partners in four cities. And today, more than 40,000 restaurants globally–from poke shops to pasta spots–are sharing food with customers through UberEATS. With a growing restaurant community comes more choices and more complexity. So we’re cooking up features to continue to make UberEATS easy and reliable. Here is a taste–

Let’s take care of each other

This flu season, we’re delivering free flu-fighting care packages across the country. When you receive a pack, you’ll have the option to request a free flu shot from a registered nurse–for up to 5 people.